TRANCHES DE VIE D'UNE LUPIQUE

TRANCHES DE VIE D'UNE LUPIQUE

Solidão

 

 

Avanço na escuridão da noite

num céu nublado

sem lua nem estrelas

que iluminem meus passos

 

Arborando a solidão que o tempo deixou

 

Caminho...

no silêncio de palavras que não oiço

de escrita que leio e não entendo

oscilante no meio da confusão

 

 

 

Bia (01-2013)



05/01/2013
1 Poster un commentaire

A découvrir aussi


Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour

Rejoignez les 27 autres membres